Compostagem doméstica – o que é e por que se deve preocupar?

compostagem - mãos a segurar solo com composto

A compostagem é um processo de transformação da matéria orgânica em composto, tornando-a num fertilizante natural.

Olivia

É uma excelente alternativa para a redução do lixo doméstico e contribui para a preservação do meio ambiente. Neste artigo, explico o que é a compostagem doméstica, como a pode fazer e porque se deve preocupar em fazê-lo!

O que é a compostagem doméstica?

A compostagem doméstica é um processo de decomposição que envolve a combinação de matéria orgânica como restos de comida, produtos de papel, pequenas aparas de madeira, relva e poda de plantas / arbusto entre outros materiais naturais numa só mistura.

Esta mistura é colocada num ambiente fechado – como um contentor ou uma caixa – onde pode ser mantida à temperatura e humidade adequadas para decompor o material orgânico.

À medida que a combinação de matéria orgânica se decompõe, produz-se um composto rico em nutrientes que pode ser utilizado em na fertilização de hortas, jardins domésticos e ou até para desenvolver projetos paisagísticos.

Como deve ser feita a compostagem doméstica?

Para que a compostagem doméstica seja bem sucedida, há várias coisas de que vai necessitar:

  • um recipiente (como um caixote do lixo, um balde ou um compostor),
  • papel triturado, aparas, folhas, relva, restos de cozinha (tais como restos de fruta e legumes),
  • solo e água.
Dica: podem adicionar sacos de papel à compostagem!

É importante misturar adequadamente os materiais para que o processo de decomposição possa ter lugar.

A proporção de material rico em carbono (papel triturado, folhas secas) para material rico em azoto (aparas de relva, folhas e restos de cozinha) deve ser de cerca de três partes de carbono para uma parte de nitrogénio.

Além disso, o composto deve ser mantido húmido mas não molhado; deve ter uma sensação de humidade se for espremido na mão mas não deve ficar alagado.

Uma vez feito o composto, pode levar entre 8 a 24 semanas (2 a 6 meses) até que o processo seja concluído – dependendo da sua composição e das próprias condições de humidade e temperatura.

À medida que o material se decompõe, cria um fertilizante rico em nutrientes que pode ser utilizado em hortas, jardins ou projetos de paisagismo.

É também importante virar o composto regularmente – cerca de uma vez por semana – para que o oxigénio possa entrar e o processo de decomposição possa continuar.

Deixo um pequeno vídeo que ajuda certamente a esclarecer o processo:

https://youtu.be/GQieWcRerSs

Benefícios da compostagem doméstica – porque é importante

Há muitos benefícios na compostagem doméstica.

Não só reduz o lixo doméstico, como também ajuda a conservar recursos como a água e a energia, reciclando nutrientes de volta para o solo.

O composto também pode melhorar a saúde da sua horta, jardim e projetos paisagísticos, adicionando nutrientes ao solo e proporcionando um ambiente que encoraja o crescimento saudável das plantas.

A compostagem doméstica é uma óptima forma de reduzir o lixo doméstico e de conservar recursos.

É relativamente fácil de fazer, requer um espaço e equipamento mínimo, e produz um fertilizante rico em nutrientes.

Se está à procura uma forma de reduzir o desperdício e contribuir para a preservação do ambiente, a compostagem doméstica é definitivamente uma ótima forma de começar!

Referências:

https://www.epa.gov/recycle/composting-home

https://www.edf.org

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *